sol nos teus olhos.

estranho seria se não escrevesse nada em um dia desses. numa dor quase crônica, sinto um vazio dentro de mim. falta alguma coisa. palavras foram ditas e não tenho a certeza de que saíram de mim. na verdade, estranho seria se não me sentisse assim. esse meu jeito esquisito provocou um nó na minha garganta impossível de se desatar – culpa de ninguém, senão minha. sem falar no medo que agora tenho de não ter mais um certo olhar. queria um sorriso para fazer de abrigo. um canto pra poder chegar.

procuro uma paz que já não sei se vale: deixei escapulir pelos meus dedos a serena e simples felicidade. e agora não saber por onde começar já é a certeza da própria incerteza. nesse instante a lágrima já não cai. ando pelo mundo e presto atenção sem mesmo ver nada direito. gosto do gosto das cores e por um instante só ouço lembranças enquanto me preencho desse vazio esquisito. não dá mais pra mim ainda ser assim e não saber dizer o que penso. assusto o que está por perto por não ser suficientemente forte pra fazer o que quero.

não quero que juntes peças avulsas de bobagens antigas e desconexas: por outro lado acho que não compreender o que quis dizer faça bem. prefiro o silêncio ao desgosto. então prefiro sua companhia muda do que a cegueira de olhar e não (te) enxergar – egoísmo meu. peço que não insista, que não desapareça, que não leve minhas palavras tão a sério e que não guarde mágoas. peço que não perca tempo pensando nisso. peço que exista. mas entendo. entendo tudo. cada detalhe. cada nota desafinada. cada sorriso torto. e toda a falta que há de fazer, assim, diariamente.

e acho que por um bom tempo não vou conseguir lidar com aquele seu último olhar.

dsc01883

deixa eu fingir e rir.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “sol nos teus olhos.

  1. f.

    When your day is long
    And the night
    The night is yours alone
    When you’re sure you’ve had enough
    Of this life
    Well hang on
    Don’t let yourself go
    Cause everybody cries
    And everybody hurts
    Sometimes

    Sometimes everything is wrong
    Now it’s time to sing along
    When your day is night alone (hold on hold on)
    If you feel like letting go
    If you think you’ve had too much
    Of this life
    Well hang on

    Cause everybody hurts
    Take comfort in your friends
    Everybody hurts
    Don’t throw your hand oh no
    Don’t throw your hand
    If you feel like you’re alone
    No no no you’re not alone

    If you’re on your own in this life
    The days and nights are long
    When you think you’ve had too much
    Of this life
    Well hang on

    Well everybody hurts
    Sometimes
    Everybody cries
    And everybody hurts
    Sometimes
    But everybody hurts
    Sometimes
    So hold on hold on hold on hold on hold on hold on hold on hold on

    Everybody hurts
    You’re not alone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s