e quem duvida?

Já disse que eu tenho uma dupla infame de amigos loucos? Quem não tem os seus? Pois é, eu – também – tenho. Um se chama Tulio e é tão, mas tão bonito que parece o tarzã, com aqueles olhos verdes encantadores, seu pircing desajeitado, cabelos encaracolados e sua morenice natural. O outro é o Matheus, que encanta qualquer pessoa com seus óculos remendados  (ok, não mais!), seu cabelo personalizado, sua barba de potuguês-descobridor-do-brasil e sua charmosa falta de jeito. Os dois são daquelas pessoas com insanidade quase (in)controlável e que de tão, mas tão charmosos me tiram o fôlego. E, como se não bastasse o charme, não possuem um (juro! nem unzinho! ) defeito!

Conheci ambos há alguns anos – acho que em 2007, segundo semestre, certo? – durante àquelas tardes memoráveis entre a UFMG e o Cabral (ou araras, ou um real…). O Matheus foi durante o trote que dei neles, no qual logo nos identificamos pela caveira estampada nas nossas barrigas. O Tulio foi no milharal, rindo da bossa das formigas, naquele gramado verde. Quem diria então que encontros tão casuais nos trariam tantos casos e acasos, temperados com sazón, banhados na cerveja e com direito á trilha sonora de melhor qualidade? E ó que se eu soubesse, teria pegado o bonde para Formiga ou para o terreiro tilelê – só para lembrar que o Túlio, naqueles tempos, era adepto do dread lock – bem mais cedo.

Teve um dia que decidimos que nós, e mais outros amigos queridos, nos tornaríamos uma família. Cuidaríamos uns dos outros e, como é a relação fraternal, nunca mais nos esqueceríamos e nem nos deixaríamos para trás. Mas pera! Por que o passado? Não nos esqueceremos e nem nos deixaremos. E  a partir daí parece que as histórias só se multiplicaram, tornando-se não só casos, como também lendas vivas. Bom, como não lembrar dos papos loooooooongos e intermináveis com o Matheus sobre música, design, novela e carreira? E as interrupções do Túlio, sempre inconvenientes? Bom, por ordem do destino, mesmo unidos, nos dirigimos aos nossos assentos e cada um tomou o seu rumo. Coisa fora do comum mesmo, respirando o próprio ar e deixando a cerveja para mais tarde. Voltamos a nos reencontrar, toda a família, em um momento triste e marcante para todos nós. Nos despedíamos de uma das pessoas geniais que já conhecemos, a Iza, mãe de todos os santos, que nos deixou sem bola e sem diamante, com o rabo entre as pernas. Até  hoje ela é assunto e é motivo de risos e sorrisos. Ê saudade! E ainda teve aquela vez em que a Sara sé casou e nos uniu, again, todos em uma só festa, com champagne, whisky e muita felicidade. O resultado foi, como previsto, um episódio digno de final de temporada! Fato é que, estamos fadados a eternidade, como malhação, sabe? Só que nunca renovaremos a nosso casting, só acrescentamos.

Hei de terminar prometendo para eles – e para Iara, Gui, Bernardo, Fernando, Sara, Bruna – que jamais nos separemos e que, ainda que em um futuro mais distante, ainda veremos nossos filhos brincarem juntos em qualquer canto do mundo, enquanto rimos daqueles “velhos tempos” e ouvimos músicas as quais chamarão de vintage. E quem duvida?

Ps: Na verdade, o motivo principal desse post é para falar do blog que o Matheus e o Tulio escrevem com alguns amigos sobre temas diversos. É a Oficina dos Desajeitados e eu recomendo, de olhos fechados, horas a fio a se passear por aquelas letras.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “e quem duvida?

  1. Túlio

    Pôxa, aí cê falou. Só que eu entrei em 2008 e foi no primeiro semestre que eu te conheci. E fico feliz que alguém tenha tido a moral de registrar essas coisas tipo uma família, assim. É, muito obrigado, haha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s