tão bem;

troca-se olhares, sorrisos e meias palavras bastam. “deixa-se” o tempo agir, para não atropelar tanta vontade em meio as casualidades. as oportunidades surgem, o acaso age e, finalmente, aquele mesmo olhar. aquele mesmo sorriso. divide-se gostos, fone de ouvido e, depois de algum tempo, até mesmo o travesseiro. um beijo, um cheiro, um abraço, uma mensagem inesperada e uma ligação de “bom dia”. entrega-se. por mais que pareça rápido demais, a eternidade entre o frio na barriga de uma queda e o suspiro de alívio do alcance vai além de qualquer sensação de ansiedade. entre o “gosto de você” e o “eu também” o arrepio é quase o mesmo. pede-se paz, tranquilidade e amor, muito amor. pede-se sinceridade, paciência e carinho, sempre com muita diversão. deseja-se aquilo que há tempos fez falta e que já causou tanta insegurança. é tempo de concentrar nas obrigações, dedicar tempo ao que realmente interessa e descansar com quem me faz tão bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s