é meio que assim…

A gente acredita que vai e quando vê não foi. É aquele aperto que dá ao ver alguém virando as costas e saindo sem olhar para trás. E aí vai ficando cada vez mais distante, distante, distante… até se tornar vulto e se confundir na multidão e a luz que apaga deixando apenas uma breve lembrança. O som que fazem as palavras e o ardido que elas provocam, como quando a gente molha o machucado e parece que a dor é infinita.

É aquela certeza de que é a última vez e aí você tenta aproveitar mas não se deixa levar pois há medo e insegurança. Mais que isso: há vontade de ser para sempre mesmo sabendo que isso de eternidade é coisa de peter pan e que não existe na vida real. É como se você ficasse estático por um tempo incontável.

Como se houvesse uma constante interrogação após uma decisão e que você jamais vai saber se essa foi uma escolha certa. A não ser que consiga ter alguns minutos para pensar antes de saber que vai morrer. Talvez assim. Mas se bem que não, somos humanos demais para sermos sinceros com nós mesmos. Talvez se fossemos mais animais, a sinceridade viria através de um olhar. Ou através do espelho. Mas antes disso há o orgulho, a insegurança e o medo, capazes de nos deixar iludidos sobre qualquer coisa na vida. É alguma coisa entre a perda e a aquisição do controle. Na verdade é uma bobagem eterna que talvez venha a tona ao ouvir uma música ou ver a cena de um filme. Mas admitir para nós mesmos já é um passo longo demais.

Ai é aquele momento final de um filme em que o personagem principal olha para o céu e depois para o chão e diz alguma frase de efeito e que talvez faça sentido. Talvez não.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s