“e eu nem te contei…”

não parei de escrever por falta de assunto, entusiasmo ou vontade. não parei de escrever por falta de desencanto, inquietude ou calor. parei de escrever pelo simples motivo do caos que se instalou em meu tempo em que não me resta segundo sequer para me dedicar ao prazer de tranquilizar o espírito. em por outro lado, cá estou andando na contra-mão, esperando um carro me atropelar – se não o carro, os prazos. falta tempo para respirar, para dormir, para descansar, para me esticar na rede, para fazer trabalhos que me dão prazer (…). me falta tempo para vê-lo passar pelos meus olhos sem me preocupar. mas assumo a culpa: tenho a mania – idiota, diga-se por acaso – de querer agarrar o mundo com as mãos, de fazer tudo junto, de colocar todos os papéis na mesa e não me organizar (é flyer de festa com multa com prova com Shakespeare com conta de cartão de crédito com exercício de italiano com recorte de jornal (…). é coisa demais para apenas 24 horas e é mais ainda para quem está cansada, com dores eternas e com uma preguiça interminável de levantar do sofá para ir para a cama.

mas prometo voltar em breve – mais logo do que se pode imaginar – e com novidades quentes. aguenta?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s