me belisca?

é, acho que a vida é assim: uma eterna realização de sonhos. houve um tempo que sonhava com bonecas, com um cantor de boyband ou até com um boletim mais azul na escola. acho que tudo mudou quando notei que, mais que isso, caberia passar a sonhar em ser Alguém. desde então, desejo humildemente em ter a oportunidade de me tornar quem sempre quis ser, sem tirar nada que aprendi dentro de casa. de tempos em tempos, tenho tido possibilidades e aproveito para torná-las oportunidades: da oportunidade, quem sabe, um sucesso.

sou voada; sou enrolada (valeu pulis!); sou aérea; sou desatenta; sou esquecida; sou complicada; sou confusa; sou ciúmenta; sou saudosista; sou apegada; sou ansiosa. sou isso tudo e mais um monte de coisa que só torna ainda mais difícil de me entender – e aguentar. mas tento recompensar com sinceridade, companheirismo, tranquilidade e um pouco de bom humor. não tenho nada de diferente para colocar no mundo, porém tento diariamente fazer o mundo de quem eu gosto, um pouco mais colorido – mas nem sempre consigo. acredito que estou com o saldo positivo e tenho agradado a maioria, e como eu sei disso? é que a vida têm sido bem boa comigo. tá bom que esse não é o tipo de coisa que se grita aos quatro canto do mundo – ou seja, pela internet -, mas é o que eu vim dizer e, mais que isso, agradecer. tô aí, vendo um sonho de materializar em minhas mãos: um daqueles momentos que esperei desde quando era mais nova em que aprendi, nas aulas de geografia, que o planeta Terra era bem maior do que aquela sala de aula. estou sentindo um milhão de coisas que se intensificam diariamente e parece querer me fazer gritar por não suportar tanta mistura combinada com felicidade.

é mundão, o que quero dizer é que estou aqui para te conhecer e hei de tentar agradar com passos lentos e delicados, como quem sente a textura do chão antes de mergulhar. como quem tem calma e sabe a sua hora. como quem está pronta para ver você de perto e sentir na pele a sensação de estar viva e ser só mais uma querendo ser tudo. e quando a saudade bater, eu vou pro mar.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “me belisca?

  1. Naty

    Ai ai Sis…. Vc e’ mesmo do mundo… Mas saiba sempre que eu estarei por aq, te esperando, com raízes bem fortes, tronco bem grosso pra agüentar você e a sua grandiosidade, seu mundo, suas novidades que serão muitas enfim, pra suportar a pessoa tão grande que vc esta se tornando e que eu me orgulho tanto! Te amo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s