pra sonhar;

abraço apertado de meia hora. algumas músicas que faziam trilha sonora significavam mais do que as palavras que havíamos para dizer. a sinceridade estava em nossos olhos e bocas. éramos cúmplices de um crime que não haviam vítimas a não ser nós mesmos: era a vida fazendo acontecer, o mundo girando, o carrossel indo e vindo e o barulho incessante do trânsito. de tanto não parar a gente chegaria lá. o sonho existe para confortar a dor que é ainda constante. a minha vontade era que aquele instante durasse mais do que algumas horas. durassem séculos. hei de dizer que nunca, em toda minha vida, vi sinceros sentimentos tão claramente expostos, abraçados e tão cuidadosamente guardados e trancados no fundo de um baú de tesouros. era um momento raro, desses de se lembrar para todo o sempre, e sorrir. o que se segue ainda não pode ser previsto: é segredo e surpresa do destino. só cabe a mim dizer que lhe quero bem e que foi tudo tão bonito que podia virar melodia se eu soubesse tocar algum instrumento. ou filme de se sonhar.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s