E quando bate a saudade…

…eu vou pro parque. Tem sido assim todos os dias de sol. É acordar com um raiozinho entrando pela janela, através da cortina, que o humor se tranforma. É colocar um short, uma camiseta leve, deixar uma canga na bolsa que alguma hora do dia vai ter parque. Pelo o que eu entendi, é esse o look primavera-verão da Europa. Se é dia de semana, significa que o almoço vai ser sentado na grama, com amigos e um sorvete de sobremesa. Se é fim de semana, é dia de trocar o passeio pelas lojas de departamentos por horas debaixo do sol, com direito a uma ou duas garrafas de vinho.

Acho que é por isso que desenvolvi uma raiva crônica dos dias de chuva – os quais prefiro ficar na cama, assistindo horas de Grey’s Anatomy e comendo bobagens. Dias de chuva só são bons quando o cansaço toma conta. Ou então quando as amigas resolvem juntar a solidão e trocamos os seriados pelos dramas e comédias da vida real, com as mesmas garrafas de vinho e algumas surpresas na cozinha.

Devo admitir que estou com um pouco de medo do que esse verão vai trazer. Branca do jeito que eu sou, posso prever marcas de sol nem um pouco charmosas, combinadas com muuuuuito calor. Mas se estou aqui, vou ver o que há para mim e, caso for, volto em breve para dizer que estou com saudade dos flocos de neve. <3

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s