Arquivo da tag: velocidade

o começo do fim;

tai uma coisa que assusta: o fim. inevitavelmente necessário, aquele mal que vem para o bem. o começo do fim é tipo o medo com antecedência, sentindo toda a dor da despedida aos poucos, em doses mínimas. hoje é o meu primeiro dia de férias e é assim que eu me sinto. não serão férias simples: elas começam aqui, passam por Portugal e terminam no Brasil, na ponte aérea BH-Rio-SP, até achar um canto para descansar os pés. eu vou sentir falta de coisas que aprendi a lidar de forma essencial e que passarão a ser, se quando, ocasionais. vai doer por um tempo, vai dar vontade de ficar só na cama, vai ser estranho ter tudo no lugar, vou questionar o conceito de casa, vou lembrar em cada gelato, pasta, pizza, chá da tarde, chocolate quente e a cada pôr do sol. vou ter saudade do inverno e do verão. vou procurar promoções aéreas incessantemente. vou respirar fundo no fim do dia, desejando, de dentro da alma, voltar ao tempo. no entanto, vou ter a certeza de que fui sinceramente feliz e que tive a melhor experiência que poderia ter. no entanto, o próximo capítulo é tão inevitável e inesperado quanto o fim: tudo pode acontecer e eu não vejo a hora de começar de novo.

592337f51054bb7ed294fa24e2709e64

 

não tem nada no mundo que me anima mais do que o recomeço. somos tão jovens.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

safe travels;

já dei spoiler de novidade aqui e, enquanto isso, já gritei pra todo mundo o que está por vir. como muita gente sabe, em breve vou me mudar. vou para Itália, viver por um ano e fazer um Master em Brand Design lá. para contar dessa nova experiência que se inicia dia 21 de novembro, criei um novo blog, o La Dolce Milano. isso não quer dizer que eu vá abandonar aqui: é no canto de cá que exponho, aos quatro ventos, os meus sentimentos mais sinceros. lá estarão as dicas, as novidades, algumas fotos, declarações de amor e desabafos de saudade. por aqui, todo o amor do mundo.

é isso, por ora. me tornei um poço de ansiedade, sonhos e saudade – ainda que antecipada. coloquei meu coração na mão de cada pessoa especial e querida e, sempre que encontro um, saio abraçando forte e só resta a sensação de que faltou força para mais um abraço. falta é menos de um mês para mudar a vista da minha janela e só me dei conta o quanto gosto da que eu tenho hoje em dia: são meus pequenos tesouros para eternidade.

mas agora é a minha hora de ir ganhar o mundo. <3

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

i might;


a cada seis palavras que escrevo, apago quatro ou cinco. depois de horas nesse ritmo, só resta o artigo e o numeral que precedem todo o monte infinito de coisas que deveria dizer para descrever o que há de sentimento guardado em mim. me sento no meio-fio e aguardo por uma resposta: uma solução para os problemas. em dois dias – para não dizer anos – aprendi que não se deve esperar tanto das pessoas pois, caso o contrário, a decepção é certa. aprendi também a lição básica de não exigir dos outros o que achamos ser o mais correto: nem sempre o que é certo para mim é certo para você. além disso, confirmei mais uma vez que temos guardados em nós mesmos um alguém nem tão bom e um outro alguém nem tão ruim e que devemos saber lidar com isso. um pouco de maldade é necessária; um pouco menos de ingenuidade também. nada mesmo é oito ou oitenta e as pessoas tomam as suas decisões e precisam saber lidar com as consequências delas. não cabe a você corrigir o mundo, dizer o que é certo e errado. o peso dessa responsabilidade só pesa a sua própria vida. você pode acabar colocando padrões tão altos, que fica muito difícil atingi-los – foi o que ouvi de uma amiga bonita, que tem um nome que rima e que de tanto nos parecermos, ás vezes tenho a sensação de estar conversando comigo mesma. tenho mania de querer corrigir o mundo, de definir o certo, de me responsabilizar pelo errado e de colocar padrões altos. pois bem: decidi diminuir o nível e me propus a me surpreender com o lado positivo das pessoas. além do mais, também estou de partida: não vale gastar o meu tempo aqui querendo salvar relações desgastadas. é melhor deixar que o tempo e a distância façam isso por si só. por outro lado, quero mais é passar o máximo de tempo com quem faz questão dos meus abraços.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Finally Friday!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

images like no other.

Conhecem as campanhas publicitárias da Sony que passam na íntegra no exterior? São imperdíveis. Vale a pena aumentar o som e assistí-las:

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

tenham uma boa quinta-feira!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

tips for better ideas.

just help us to create more and more!

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized